Donos do Mundo

Ceremony

Just Married

Irmã mais velha... Aff

by - outubro 30, 2015


Vivendo Com Minha Irmã. Aff!!
[Por Érica Fernandes]
Conviver com irmão mais velho não é uma das tarefas mais fáceis. Se você é o caçula, a história fica ainda pior. Nas brigas, você é o que sempre “apanha” dos outros. No almoço de domingo, seu pedaço de frango é o pescoço e se tiver muita sorte pode ser que fique com a sobre coxa. Eles crescem primeiro e, por isso, fazem antes de você muitas coisas boas da vida: viajam para Disney, namoram, casam e conseguem carteira de motorista.
Por esses motivos e por dividir o quarto durante toda minha vida com minha irmã mais velha, a notícia do seu casamento me levou às alturas. Finalmente teria os privilégios que almejei durante tanto tempo.  Foi quando o inesperado aconteceu. Ficamos a sós por um longo dia de domingo.
Como sempre, dividimos as tarefas de casa. Cabia a ela o almoço e a mim a limpeza da casa. Coloquei o som o mais alto que pude e enquanto desafinava, recolhia a bagunça da casa.
Deparei com ela sorrindo para mim. Ela sabia que eu cantava mal e aproveitava do serviço de casa para aguçar minha falta de talento na música.  O perfume da sua comida superava os alvejantes e produtos de limpeza que eu utilizava na arrumação. Eu fazia o básico com a casa, mas minha irmã superava qualquer chefe na cozinha.
Nunca disse para ela, mas acho que se abrisse um restaurante, o sucesso era iminente. Almoçamos juntas enquanto assistíamos a TV. O tempero dela me fez repetir. Observei-a sentada e achei que meu cunhado tinha sorte em tê-la como esposa. Embora fosse jovem, ela tinha o hábito de cuidar das pessoas como se fosse mãe. Durante o meu devaneio, ela olhou para mim e me propôs assistir um romance.
Vimos o filme e devo confessar que ela chorou mais do que eu. Ao invés de ficar sozinha no sofá, sentei ao lado dela no colchão. Sabia que aquele momento não se repetiria muitas vezes. Fingi que minhas lágrimas eram pela mocinha abandonada do filme. Ela sempre esteve perto e mal pude notar que minha irmã era sensacional e a mulher mais doce que alguém pudesse ser.

• Érica Fernandes tem 24 anos, é jornalista e mora em Belo Horizonte (MG).acessado em 14/02/2014




You May Also Like

0 Comments

Obrigado por comentar aqui... breve te respondo. abraços